Afinal, quem é o pregador?

Pr. Otoniel Oliveira

Jesus pregandoA igreja tem a presença de três elementos determinantes para a continuação da obra divina, a Palavra de Deus – pois sem ela não seríamos alimentados; a igreja – aquela que anseia por ouvir esta palavra; e o pregador – pois sem ele esta palavra não seria exposta. Por não ser possível a abordagem de todos estes elementos neste texto nos deteremos a apenas um destes, o pregador. Diante disto nos resta entender o que a figura deste pregador tem a nos dizer. Os outros dois elementos serão expostos em ocasião oportuna.

O PREGADOR E O RECONHECIMENTO Ec 9.13-15

Em dias de notória confusão teológica o pregador se apresenta como aquele que é merecedor de todos os reconhecimentos e honras, que se apresenta acima do bem e do mal e detentor da verdade. São inúmeros os exemplos de pessoas que de forma esdrúxula se apresentam como líderes eclesiásticos fazendo exigências antibíblicas e até mesmo imorais, fugindo completamente do que se espera do pregador numa perspectiva bíblica.

Ser tido como o expoente, o mais carismático, o líder que arrebanha multidões faz parte de uma campanha midiática para transformar homens que primariamente deveriam ser servos, em estrela que deve ser tratada como tal, de forma diferenciada dos demais afinal não é alguém comum, mas aquele que é merecedor de todos os aplausos e elogios. LEIA MAIS

Dar dinheiro na igreja

Dar dinheiro na igreja tem sido uma prática cada vez mais questionada. Certamente em virtude dos abusos de lideranças religiosas de caráter duvidoso, e a suspeita de que os recursos destinados à causa acabam no bolso dos apóstolos, bispos e pastores, não são poucas as pessoas que se sentem desestimuladas à contribuição financeira. Outras tantas se sentem enganadas, e algumas o foram de fato. Há ainda os que preferem fazer o bem sem a intermediação institucional. Mas o fato é que as igrejas e suas respectivas ações de solidariedade vivem das ofertas financeiras de seus frequentadores e fiéis. Entre as instituições que mais recebem doações, as igrejas ocupam de longe o primeiro lugar na lista de valores arrecadados. Por que, então, as pessoas contribuem financeiramente nas igrejas? Leia Mais

Se eu tiver fé, poderei fazer mais milagres do que Jesus?

Em verdade, em verdade vos digo que aquele que crê em mim fará também as obras que eu faço e outras maiores fará, porque eu vou para junto do Pai (João 14.12).

Jesus fez esta promessa aos seus discípulos na noite em que foi traído, antes de ir com eles para o Getsêmani, durante o jantar em que instituiu a Ceia. O Senhor falou que iria para o Pai preparar lugar para os discípulos (Jo 14.1-4), e em seguida explicou como eles chegariam lá (14.5-6). Respondendo ao pedido de Filipe para que lhes mostrasse o Pai, Jesus explica que Ele está de tal forma unido ao Pai, que vê-lo é ver o Pai (14.7-9). E como prova de que Ele está no Pai e o Pai está nEle, Jesus aponta para as obras que realizou (14.10-11). E em seguida, faz esta promessa, “aquele que crê em mim fará também as obras que eu faço e outras maiores fará, porque eu vou para junto do Pai” (14.12). Leia mais

O preço

Por Abner Phillip

É muito comum ouvirmos alguém dizer que a vida é uma só e por isso deve ser vivida com toda intensidade possível. E com essa filosofia, são desperdiçados anos preciosos pois geralmente a intensidade de viver a vida é confundida com libertinagem, hedonismo e irresponsabilidade.  Existe uma música do Paulinho Moska que faz a seguinte pergunta: “O que você faria se só te restasse um dia?”. Certamente as respostas de muitos seriam iguais à letra da canção, onde tenta-se livrar das rotinas e recatos, para curtir com os prazeres que a carnalidade proporciona. LEIA MAIS

O tempo está acabando

 

Via Juventude Batista de Guaranhuns

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: